Arquivo

Posts Tagged ‘treinos’

Ironman Brasil 2015 – Semana 04 de 20

9 de fevereiro de 2015 4 comentários

Como esperado, os contratempos começaram a aparecer… Todos muito bem justificados, mas…

Ok também, nada que prejudique muita coisa mas como a expectativa para essa semana era pra fazer o ciclismo e a corrida se não no 100%, bem perto disso… E a natação bem perto do 100% prático pq o teórico já disse que é quase impossível por causa da natação prevista nos domingos que nunca consigo fazer…

A semana acabou tendo dois eventos importantes que, apesar de eu já saber com antecedência, não foram exatamente como o previsto…

Um foi o aniversário do meu pai. Não teve festa nem nada mas óbvio que depois do trabalho eu ia dar um pulo na casa deles pra dar um abraço nele… Me programei pra sair cedo do trabalho e… Não consegui… Cheguei tarde pra caramba na casa deles, mais tarde ainda na minha e ainda assim coloquei a bike no rolo e fiz o treino. O problema todo foi que isso me impediu de acordar de madrugada no dia seguinte pra poder nadar… Nessas horas a natação sempre paga o pato…

O outro evento foi o casamento de um grande amigo que aconteceu no sábado… Tudo programado pro longo de bike na estrada e, na sexta de noite, descobri que o casamento era às 11h da manhã… Quase perdi, sem querer, o casório… Vê se 11h da manhã é hora de casar??? Deixei o pedal de lado e fui pro casório…

Casamento

Na natação apesar do dia perdido, os outros treinos foram muito proveitosos. O volume começou a aumentar (nessa semana já teve um treino de 3.400m) e no dia que o volume foi menor, a intensidade foi maior… Tô com uma expectativa legal pra melhorar um pouco a natação. Se não no tempo da etapa, pelo menos no cansaço ao final dela… O que acaba ajudando bastante o pedal e a corrida…

O Rei do Mar, que vai acontecer aqui no RJ no dia 22 de março, vai ser um termômetro legal pra isso. Tô inscrito pra prova de 3,5km e espero fazer num tempo razoável e terminar inteiro. De preferência como se nem tivesse nadado ainda… Rs

O legal da semana é que finalmente a corrida foi “encaixada” integralmente na rotina e espero que assim permaneça até o final de maio. Na realidade acabei passando um pouquinho pq sabe como é correr, né? A gente acaba se distraindo e passa um pouco do ponto…

No domingo estava programado um “trote leve” de 60min e quando vi que tinha acabado fiquei com um enorme gosto de “quero mais”…

O resumo é esse aí:

Semana 04– 02/02 a 08/02

Semana04

Previsto 2015 x Realizado 2015

Swim – 10.500m / 7.500m

Bike – 336min / 200min

Run – 137min / 145min

Realizado 2013 x Realizado 2015

Swim – 5.100 / 7.500m

Bike – 205min / 200min

Run – 145min / 145min

A natação tá melhorando aos poucos, o pedal podia estar melhor mas não tá dos piores e a corrida, finalmente, fluiu…

Ainda dá pra melhorar legal mas se continuar assim já tá melhor que o anterior…

Foca nos treinos, Armando…

11 de julho de 2014 5 comentários

Como tenho comentado, está difícil treinar mas não estou no zero.

A ideia original era estar treinando pra Maratona do Rio e pro Ironman 70.3 de Foz do Iguaçu. Isso mesmo, tudo junto e misturado…

A maratona vai acontecer dia 27/07 e o 70.3 de Foz dia 30/08, ou seja, praticamente 1 mês depois.

Nessa altura da “preparação” já era pra eu estar prontinho pra maratona e, ao mesmo tempo, chegando no pico dos treinos pro 70.3, obviamente, com um volume de corrida muito maior do que o necessário, mas…

A situação é que não estou exatamente preparado pra maratona e nem chegando no pico dos treinos pro 70.3.

Treinei pra maratona muito menos do que o programado, logo, é de se esperar que a dose de sofrimento seja muuuuuito maior do que a programada.

Pro 70.3 a meta era melhorar meu último tempo de forma a estabelecer um novo patamar pra mim nesta distância, principalmente na etapa de ciclismo. Não vai dar! Se o tempo melhorar já vai ser um lucro grande, mas pelo menos acho que dá pra fazer no conforto, sem muito sofrimento.

A rotina que considero ideal de treinos, única e exclusivamente pra mim, é de fazer cada modalidade 3 vezes na semana. 3 x natação, 3 x ciclismo e 3 x corrida. E em 1 dessas 3 vezes é um treino longo. Normalmente o que ocorre é 1 treino longo (normalmente lento), 1 treino intervalado (com tiros bem “pancados” mesmo, porém curtos) e um treino de ritmo (um pouco mais rápido do que o pace programado pra prova).

A rotina atual está muito longe disso. Pra dar uma noção da coisa, vou fazer um resumão do que tem ocorrido:

· Natação: tem acontecido 1 vez na semana e em algumas semanas, nem isso.
· Ciclismo: tem acontecido 1 pedal no rolo durante a semana e em alguns finais de semana um pedal na estrada. Já tem 2 semanas que o pedal da estrada não acontece.
· Corrida: tem acontecido 1 longo no final de semana e, no máximo, mais um treino de ritmo durante a semana. Apesar de eu ter quebrado feio em um deles, os longos tem acontecido e é isso que me faz ter confiança de que é possível sim fazer a maratona. Com uma certa dose de sofrimento, mas…

Já que a meta principal é mesmo o 70.3, daqui pra frente vou tentar dar uma intensificada na natação e no ciclismo.

Foca nos treinos, Armando!

20140711-224042-81642780.jpg

Sumi… Mas agora voltei!!!

15 de março de 2014 4 comentários

♩♫♭♪ Eu voltei… E agora é pra ficar… Porque aqui, aqui é o meu lugar… ♩♫♭♪

Meu sumiço foi inevitável…

Tirei férias e voltei com várias coisas, das mais variadas e dos mais variados setores, acontecendo… A gente vai tentando resolver daqui e dali e acabou que o Blog foi ficando por último.

O lado bom é que durante esse período não precisei ficar completamente longe dos esportes que acaba me servindo como terapia e válvula de escape…

Como já disse, passei um tempinho viajando de férias e com o frio que estava fazendo no velho continente ficou muito difícil acordar cedo pra dar uma corrida… Acho que isso acabou sendo compensado pelo tempo que passo andando durante o dia. Basicamente o dia todo, todos os dias…

 

Stonehenge - Londres - Berlim

Stonehenge – Londres – Berlim

 Mas nem tudo são trevas. Depois de 9 dias de viagem, diga-se de passagem sem nenhuma gotinha de chuva, no 10º e último dia consegui acordar cedinho pra dar uma corrida nas redondezas. Mesmo com o frio de 2°C eu fui. Fui e esqueci as luvas. Fui, esqueci as luvas e, veja só, começou a garoar… Nem preciso dizer que com 30min voltei alucinado para o hotel e me enfiei embaixo do chuveiro de água fervente pra poder descongelar…

Corrida em Berlim com direito a garoa e sem luvas...

Trote em Berlim com direito a garoa e sem luvas…

Eu gosto muito de viajar mas gosto absurdamente do meu país e da minha cidade! Cheios de problemas, eu sei, mas eu gosto. Cada um com suas maluquices só que dessa vez eu realmente senti o golpe quando coloquei meus pés na “Cidade Maravilhosa”!

Já tem um tempo que a Cidade só é Maravilhosa vista de cima, e de longe. Quando se dá um “zoom”, percebe-se que não é tããão maravilhosa assim…

Eu voltei no Carnaval e consequentemente, no meio da greve dos garis e todo o caos que a cidade estava vivendo me fez ter um duro choque de realidade. A viagem foi Rio – Londres – Berlim – Rio. Sempre Londres Berlim é simplesmente o lugar mais organizado que já passei. Chegar aqui, ter dificuldades pra sair do aeroporto e em seguida me deparar com a cidade cheia de lixo por todos os lados doeu muito. Muito mesmo!!!

Esse assunto vou parar por aqui pois além de ser muito grande e polêmico, este blog não é pra isso. Mas que doeu, doeu!!!

Voltando ao Rio, um diazinho de descanso e no seguinte já parti pra uma corridinha de 20km nas montanhas pra reacostumar o corpo com o calor e com as passadas… Acabei correndo um pouquinho menos (cerca de 18k), mas nada que invalidasse o treino.

Ainda durante o Carnaval fiz um pedal nas montanhas com cerca de 60km e mais de 1.200m de ganho de elevação. Fiquei bem satisfeito com o fato das pernas terem aguentado a pressão. Está faltando é pulmão e coração, não pernas. Já é alguma coisas!!!

Pedal de carnaval nas montanhas

Pedal de carnaval nas montanhas

Um treininho de natação leve e já começo a me sentir novamente um triatleta. 😀

Pra fechar o resumão, no final de semana teve a etapa outono do Circuito das Estações aqui no Rio e dizem que de graça até injeção na testa…

Como eu tinha que fazer 20km, resolvi ir pra corrida já no trote. São 8km da minha casa até a largada. Chegando lá, emendei em 10km em ritmo moderado e depois fiquei com preguiça de “fechar” mais 2km. No final, acabei gostando do resultado. Apesar de um bom tempo parado, vejo que o que perdi não vai demorar muito pra ser recuperado… Tomara…

Medalha - Circuito das Estações Outono

Medalha – Circuito das Estações Outono

Prometo não demorar muito até o próximo post… rs

 

É isso!

Treinando forte…

6 de agosto de 2013 3 comentários

Depois de um período de preguiça tentei voltar aos treinos e, tive que parar…

É impressionante como um período sem treinos, ou com treinos muito leves, é importante para o corpo, porém, mais importante do que isso é saber voltar a treinar com moderação.

Importante mas difícil. Antes de parar você provavelmente estava no melhor da sua forma física. Na “ponta dos cascos”. E aí, quando vai retomar os treinos acaba achando que é capaz de fazer exatamente o que fazia antes. É aí que os problemas aparecem.

Obviamente, cada um reage de uma maneira. No meu caso, a imunidade vai lá no chão e acabo ficando num estágio pré-resfriado (se é que isso existe) que fico praticamente incapacitado de treinar direito. Tudo o que quero fazer é dormir…

Aqui cabe uma observação: é impressionante como depois que comecei a fazer triathlon de maneira mais constante raramente fico resfriado. Antes dessa fase, ficava quase todo mês. Hoje em dia, só nesses períodos de parada / retorno aos treinos.

Bom, fato é que esse período também já passou e agora consegui retornar firme aos treinos e acho que daqui pra frente as coisas vão correr bem.

Os treinos pra Meia Maratona Internacional do Rio foram prejudicados mas vou fazer assim mesmo. Dizem que o corpo tem memória, logo, correr uma meia deve ser possível mesmo treinando pouco. Vou descobrir dia 18. rsrsrs

Pelo menos ainda tenho quase 1 mês pro short triathlon do dia 01 de setembro. Lá eu queria chegar conseguindo pedalar e correr forte. vamos ver…

Desânimo total

3 de maio de 2013 2 comentários

desânimo (1)

É impressionante mas todo mundo que conheço que está treinando pro Iron está passando por uma fase de desânimo.

Os nervos estão à flor da pele.

Qualquer coisa é motivo pra falar que não sabe o por quê de estar fazendo tudo isso.

Acabei de chegar em casa, são 21:30. Ainda tenho que comer, tomar banho, preparar a bike, preparar a comida do treino, a roupa do treino, colocar o despertador pra 04:30…

Tudo o que eu queria era jogar tudo isso pro alto e sair pra “meter o pé” com os amigos…

Mas falta pouco e não é hora de deixar a peteca cair…

O negócio agora é treinar a mente pq nessa altura da brincadeira o corpo já tem que estar treinado…

Vamos que vamos pq afinal de contas, eu sou brasileiro e não desisto nunca. Nunca mesmo!

 

Semana 7 de 20

25 de fevereiro de 2013 1 comentário

Gostei!

Apesar de o volume semanal ter ficado abaixo do programado, consegui, mais uma vez, fazer treinos importantes…

Alguns treinos eu considero treinos chave. São aqueles que, além do treinamento em si, te fazem ganhar confiança.

Nessa semana consegui “encaixar” um longo de natação num dia, um longo de corrida em outro e um longo de bike seguido de 40min de corrida no outro. Isso, pra mim, foi fantástico!

Durante a semana as coisas continuam bem complicadas em função do estresse do trabalho e, principalmente, da falta de um lugar adequado pra correr como já falei anteriormente.

Cada dia fico mais impressionado como o lado psicológico influencia nos treinos. Toda vez que estou com alguma preocupação me perturbando o rendimento cai vertiginosamente. Infelizmente tô num momento desses. Pelo menos uma coisa boa é que nos finais de semana estou conseguindo abstrair completamente e os treinos do final de semana estão a todo vapor. Se continuar assim, menos mal.

cerebro

Como já é do conhecimento de todo mundo que faz “esportes de endurance” a cabeça é fundamental para que se complete ou faça uma boa prova. Muita gente boa não consegue cruzar a linha de chegada de algumas provas porque a mente vence o corpo.

Sempre tive e sempre me orgulhei muito de ter uma “cabeça boa”. Isso me permite identificar o que é um sinal de cansaço real e o que é uma simples preguiça que em poucos segundos conseguimos superar. Poucas vezes deixei a mente ganhar do corpo mas mesmo assim, em nenhuma delas, cheguei ao ponto de desistir da luta. Uma das vezes foi no Ironman 70.3 Miami e mesmo assim o resultado foi esse aí:

Chegada

Chegada

Tudo isso pra dizer que com esse “furação” que está passando pela minha vida neste momento vou chegar ao Iron certamente muito mais fortalecido do que ia.

Vamos ao resumão previsto / realizado:

Swim: 9.600 m / 5.600 m

Bike: 380 min / 230 min

Run: 185 min / 170 min

Desculpem o desabafo mas: Vai precisar de muito mais problema pra me tirar dessa prova!

 

Saudades do Maracanã…

19 de fevereiro de 2013 1 comentário

Sinto muita falta do Maracanã…

Que saudade...

Que saudade…

Não apenas pelos jogos do Vascão naquele belo estádio mas também do entorno onde eu fazia meus treinos de corrida durante a semana…

O Maraca, como se sabe está fechado para as obras para a Copa e sabe Deus quando tudo isso vai ficar pronto. Outro dia li que essa reforma já está durando mais tempo do que a própria construção do estádio… Vai entender….

Fato é que, duas vezes por semana a ruim, porém útil, ciclovia do entorno do Maracanã era meu local de treino. Obviamente que existem lugares muito mais agradáveis do que o Maracanã mas a proximidade com a minha casa fazia aquilo ali ser a melhor opção para depois do trabalho. Nos finais de semana, aí sim, com mais tempo e normalmente tendo que fazer treinos maiores, costumo divertir-me correndo por outros lugares: Lagoa, orla da Zona Sul, Alto da Boa Vista etc.

Mas onde quero chegar com isso tudo? Pois é, de umas duas semanas pra cá está impossível correr naquele local e a minha corrida, que era sempre a parte que eu conseguia fazer sem muita dificuldade está passando um certo “perrengue”… Normalmente chego em casa meio tarde pra enfrentar engarrafamentos indo para outros lugares, logo, tenho calçado o tênis e saído correndo da porta de casa mas acaba sendo meio complicado quando tenho que me concentrar num treino mais específico, por exemplo, tiros. É, o treino tá ficando capenga…

Só pra ter uma ideia do drama, peguei algumas fotos na internet sobre as obras. Sente o drama:

Esta, por incrível que pareça, é a melhor parte.

Esta, por incrível que pareça, é a melhor parte.

Nesse trecho, só passando pelo meio da rua.

Nesse trecho, só passando pelo meio da rua.

 

Em frente ao Bellini tem que fazer o retorno pq não dá pra passar.

Em frente ao Bellini tem que fazer o retorno pq não dá pra passar.

 

Tomara que falte pouco pra ficar assim... Será???

Tomara que falte pouco pra ficar assim… Será???

Não vejo a hora de poder voltar a correr por lá…

%d blogueiros gostam disto: