Arquivo

Posts Tagged ‘lesão’

Ganhando confiança.

24 de junho de 2012 2 comentários

Apesar de já ter corrido mais de 15 meias, nunca corri uma maratona inteira…

Todo mundo que já fez essa tão sonhada prova gosta de falar que a cabeça é muito mais importante que o corpo. Quando o corpo cansa, é a cabeça que “avisa” pra ele que ainda dá pra ir mais…

Pra cabeça conseguir fazer essa função, é preciso que tenhamos adquirido confiança durante os treinos e foi exatamente isso que eu NÃO consegui fazer…

Na fase mais importante de treinos, como já falei aqui, o joelho me deixou na mão. Isso fez com que as coisas se tornassem meio nebulosas pra mim. A confiança era inexistente.

Nessa última semana, porém, com a ajuda de excelentes profissionais de ortopedia e fisioterapia, consegui voltar a correr sem as insuportáveis dores no joelho.

O resultado é que ontem, consegui girar 30km sem sentir dor e num ritmo que, para mim, é considerado forte: 5:49min/km.

A volta da confiança…

Parece que a confiança no trabalho feito desde janeiro está de volta. Agora só faltam 15 dias pra prova e o negócio é manter o giro pra conseguir completar a prova em grande estilo.

Que corra tudo bem daqui até lá…

Anúncios

Na luta…

Tem pouco mais de um mês que os treinamentos pra Maratona do Rio estão sendo comprometidos por causa de uma dor no joelho. Falei do início dela no post “O fantasma das lesões“.

O pior de tudo é que foi acontecer logo quando eu deveria estar no pico do treinamento. Com certeza, a preparação pra Maratona do Rio foi muito prejudicada mas, nessa hora, a preocupação maior é recuperar o joelho pra fazer a prova sem dor. Independente do tempo que vou fazer, o importante é não doer.

O diagnóstico: Síndrome da banda ílio-tibial.

Volume reduzido, gelo, anti-inflamatórios, ortopedistas e nada. Agora um fisioterapeuta parece que está resolvendo o problema com distensionamento muscular, acupuntura e aplicação de kinesio tape.

Só a associação dessas 3 coisas me fizeram correr novamente sem dor. Depois de 30 dias.

Agora é continuar o tratamento e readquirir a confiança na pisada pra poder cruzar a linha de chegada, pq a de largada eu vou cruzar de qq maneira.

Já dizia Lance Armstrong: “A dor é passageira, desistir é pra sempre.” Eu não desisto nunca!

Desculpem a ausência no blog mas estou às voltas com problemas no computador…

Vamos que vamos, faltam só 17 dias…

O fantasma das lesões…

9 de maio de 2012 1 comentário

Não me lembro direito quando foi a última vez que senti dores nos joelhos.

Num passado bem distante, acredito eu que em 2009, tive dores no joelho que me fizeram parar com a corrida por cerca de 3 meses. De lá pra cá, tirando um princípio de canelite que rapidamente foi jogada pra escanteio, não senti mais nada em nenhuma parte do corpo, porém, durante os tiros de hoje parece que o joelho direito quer estragar a festa.

O aumento do volume mesmo sendo gradual é o principal suspeito de estar causando as dores. Mesmo a elevação do volume ter sido feita com uma rampa bem suave (recomenda-se subir 10% o volume semanal e eu estou aumentando menos do que isso) não consigo arrumar outra explicação.

No sábado de manhã fiz meu longão de 30km, domingo completamente parado, e segunda de noite fiz um giro de 14km bem lento. Até aí, tudo bem, porém, hoje, na hora de fazer tiros de 1.000m, o joelho começou a reclamar… Na realidade, já tinha terminado os tiros e estava trotando no desaquecimento quando a dor começou. Na mesma hora parei e, chegando em casa, iniciei a aplicação de gelo.

Vou parar por dois dias pra ver se no sábado, dia de fazer 32km, as dores já sumiram…

Categorias:Curiosidades, Treino Tags:, ,
%d blogueiros gostam disto: