Arquivo

Posts Tagged ‘endurance’

Ironman 70.3 Rio 2018 – A Prova

22 de março de 2019 1 comentário

Sim, eu sei, tô muito atrasado… Mas acho que sempre vale à pena deixar um registro por aqui… E infelizmente a correria do dia a dia não me permite uma dedicação maior pra isso aqui…

A prova do Rio é, pra mim, uma prova muito especial… É no quintal de casa! Isso, obviamente, como tudo na vida, tem seus prós (não preciso gastar dinheiro com passagens e hospedagens) e seus contras (é sempre uma correria pq não consigo tirar uns dias dedicados à prova). Mas no geral, é sempre uma festa que eu gosto muito de participar…

Obviamente, dado que já se passaram 6 meses da prova, a riqueza de detalhes fica perdida e já peço desculpas por isso. Prometo tentar publicar sobre as próximas provas ainda na semana que elas ocorrerem… Tenhamos fé… Rs

Essa prova foi a primeira prova organizada pela Unlimited Sports depois daquela confusão generalizada no 70.3 de Maceió onde o vácuo foi uma constante, todo mundo reclamou bastante e acabei comentando no último post que fiz…

A Unlimited ajustou os tempos de largada das categorias pra conseguir espaçar mais os competidores e tentar reduzir o vácuo… No final acho até que deu certo mas, como nada é perfeito, teve gente largando muito tarde… E com o sol que estava, e normalmente está, acaba sendo uma prova bem diferente… As meninas, como de costume, foram as últimas a largarem e, obviamente, as mais prejudicadas pelas condições climáticas.

Pré Prova

Aqui no Rio, pra mim, a alegria sempre é maior… A quantidade de conhecidos que encontro na hora de buscar o kit, de tirar foto no “mdot”, do congresso técnico, bike check-in etc é muito maior. E como reencontrar amigos é sempre bom, o dia vai ficando mais leve…

 

Race day

Swim

Sei lá o que me deu nesse dia que na hora da largada eu me posicionei lá na frente… Na realidade, acho que estava meio apreensivo com a condição do mar, fui lá na frente dar uma olhada e acabei ficando por lá. Na minha frente só tinha uma fileira de atletas…

WhatsApp Image 2019-03-22 at 10.30.21 (4)

Minha largada foi a primeira. Atrás apenas da elite masculina e feminina.

O mar nesse dia estava se mostrando meio complicado mas na realidade a gente ainda não sabia que ia piorar muito quem largou mais tarde encontrou uma condição bem pior… Mais uma vez as meninas se ferrando…

Fiquei sabendo que mesmo na minha largada, onde o mar não estava tão ruim, teve gente que já desistiu na primeira onda. Elas nem estava tão gigantes nesse momento, mas tinha onda quebrando até a primeira bóia, que fica mais longe… Ou seja, tinha onda quebrando na sua cabeça durante praticamente todo o percurso da natação.

Também não sei por qual motivo, talvez instinto de sobrevivência, fiz minha melhor natação de 70.3 da vida.

Saí feliz quando vi o relógio e parti pra T1.

OBS: Quando saí da água vi algumas meninas no perrengue da largada… Olhei para o mar e me assustei um pouco…

T1

Nunca é tão rápida quanto eu acho que pode ser mas acaba que, no bolo que eu saio da água, sou até rápido e acabo ganhando umas posições… Rs

Bike

Eu juro que estava confiante em um bom pedal… Esse percurso tem características muito bem definidas: vento contra em direção à Barra, vento a favor em direção ao Recreio, subida dura mas curta da Grota Funda ida e volta e depois mais duas voltas até a Barra no esquema vendo contra indo e a favor voltando. Ahh, normalmente quanto mais tarde, mais vento…

Esse ano achei que tinha um pouco mais de vento do que no ano passado… O que atrapalha legal na ida e ajuda muito na volta, logo, não sei se faz tanta diferença assim no resultado final.

WhatsApp Image 2019-03-22 at 10.57.37

Fato é que esse ano meu pedal foi um pouco pior do que o ano passado fiquei meio triste com isso quando entreguei a bike mas depois, analisando os dados, verifiquei que acabei fazendo um pouco menos de força mesmo…

Pro meu nível, não foi um pedal absurdamente ruim, mas eu tinha uma expectativa de fazer um pouco melhor… Vida que segue.

T2

Essa eu acho que já aprendi a fazer… Consigo descer rápido da bike e me manter correndo pra fazer toda a troca que precisa… Essa T2 especificamente achei bastante boa…

Run

Nessa altura da prova, umas 10h30min da manhã, o sol já fritava os miolos… Mas eu estava decidido a correr até quebrar. Esse é o lado bom de ser pangaré e nunca estar disputando nada: vc pode arriscar o que quiser pq não tem nada a perder… Rs

WhatsApp Image 2019-03-22 at 10.57.36

Acabou que a corrida encaixou direitinho. Sempre tem uma diminuída de ritmo no meio da prova mas depois consigo voltar e terminar num ritmo legal.

Preciso encontrar uma maneira de me manter focado na prova o tempo todo. Ainda disperso muito nos pensamentos. De repente me dou conta de que aquilo é uma prova e volto a prestar atenção no que está ocorrendo… Poucas foram as vezes que consegui entrar num “estado de fluxo” onde nada interfere no que estou fazendo… Quando isso acontece, é certeza de uma excelente prova.

WhatsApp Image 2019-03-22 at 10.57.37 (1)

No final, acabei fazendo tb a minha melhor corrida de 70.3 da vida e fiquei bem satisfeito.

Obviamente, sempre dá pra melhorar. Mas perceber que, mesmo aos poucos, estou em evolução, é muito gratificante. Se tem um conselho que posso dar pra quem está iniciando no esporte é: seja constante! A melhora vai vir. Não precisa de pressa.

Pós prova

O pós prova no Rio é sempre especial: ver a Lívia chegando bem e encontrar a família depois da linha de chegada é sensacional…

Depois disso o resto do dia é de resenha… Rs

Vamos em frente que já tô vendo a próxima prova…

Anúncios

Próximos passos…

6 de novembro de 2013 10 comentários

Na minha cabeça já está tudo programado. As principais provas de 2014 e 2015 já estão todas engatilhadas e preciso apenas da confirmação de algumas datas pra saber se o que pretendo fazer será possível.

Como 2014 é ano de Copa aqui no Brasil, é provável que alguns eventos sejam trocados de datas pra evitar “tumultos”. Infelizmente, a Maratona do Rio é uma prova que deve sofrer essa interferência e, dependendo pra quando for, pode atrapalhar o conjunto inteiro.

Essa é uma prova que quero muito fazer. Tirando o Iron (que eu sinceramente acho que não conta como maratona), só corri essa distância 1 vez e acho que preciso “calejar” um pouco mais. Correr os 42km com a confiança que hoje tenho pra correr 21km. Não estou disposto a abrir mão dela, logo, a programação toda depende desta data.

Vamos à programação (considerando os meses em que normalmente essas provas ocorrem):

2014

Abr – Golden Four Asics – 21km

Mai – Corrida da Ponte – 21km

Jul – Maratona do Rio – 42km

Ago – Ironman 70.3 Foz do Iguaçú – 1,9km swim, 90km bike e 21km run

2015

Jan – Desafio do Dunga (Disney – 5km na quinta, 10km na sexta, 21km no sábado e 42km no domingo)

Mai – Ironman Brasil – Florianópolis  – 3,8km swim, 180km bike e 42km run

Que eu consiga ter a disciplina que um dia já tive…

Por enquanto é isso. Aos poucos vou colocando as alterações por aqui…

Será que os cambitos vão aguentar essa pressão???

Se  eu chegar no Iron 2015 sem lesões, é bem possível que eu ainda engatilhe a Maratona do Rio novamente…

 

Gostar de distâncias maiores é complicado. Às vezes eu penso se não era melhor me dedicar à velocidade pra correr só 5km.

Nãããããããooo!!! Vamos pras maratona e Ironmans, afinal, quanto pior, melhor!

O recomeço

7 de julho de 2013 2 comentários

É muito difícil retomar os treinos no pós Ironman…

Acho que o que mais atrapalha é a falta de um “desafio” semelhante mas preciso recomeçar e vou dando um passinho de cada vez…

Recomeçar

Tudo bem que meus tempos de short e olímpico são uma porcaria e uma meta legal seria melhorá-los. O problema é que eu gosto de “endurance”… Não sei se pelo fato de ser lerdo mas prefiro muito mais fazer uma maratona do que uma corrida de 10km e isso tem dificultado.

De qualquer maneira, semana passada já fui 1 dia pra natação e consegui correr ou pedalar em outras 3 oportunidades, ou seja, 4 dias de treinos… Que beleza…

Hoje teve a Maratona do Rio e, como não participei, fui pra chegada de máquina fotográfica em punho e fiquei “clicando” as alegrias e sofrimentos a 195m da chegada… É impressionante… E emocionante… Em breve coloco aqui umas fotos…

O próximo passo é:

14/07/2013 – 10km do Circuito das Estações Adidas (Pois é, de graça até circuito das estações eu tô encarando pra ver se animo).

Vamos ver como vai ser…

%d blogueiros gostam disto: