Arquivo

Posts Tagged ‘confiança’

2014 ficou pra trás…

3 de janeiro de 2015 Deixe um comentário

O ano de 2014 se foi…

Foi um ano de provas interessantes e treinos nem tanto…

Tempo

Ano de pouco tempo pra treinar e menos ainda pra escrever aqui…

Mas, no fundo, foi um ano legal…

Fiz provas bacanas, tive resultados compatíveis com o que treinei, fiz amizades novas (reais e virtuais), aproveitei o que tinha pra aproveitar, sofri com o que tinha que sofrer e me diverti demais com o que tinha que me divertir…

Mas e de ruim, o que teve??? Sei lá, prefiro lembrar do que foi bom… E sinceramente, não me lembro de nada tãão ruim assim que seja digno de recordação…

Vamos com tudo pra 2015 pq esse sim, vai ser sensacional, vem aí o Desafio do Dunga, o 70.3 de Brasília e novamente o Ironman Brasil – Florianópolis!!! Quem sabe não rola uma sorte e eu consigo ser sorteado pra Maratona de Nova Iorque??? Sei lá né???

Medida

Os números de 2014 foram:

Natação – 115km

Bike – 2.155km

Corrida – 1.510km

São números muito baixos pra quem fez um 70.3 (Foz do Iguaçu), uma Maratona (Rio) e agora, no comecinho de janeiro vai correr o Desafio do Dunga.

Provavelmente, se tudo correr bem, na metade de 2015 esses números já terão sido superados… rs

É torcer pra que tudo dê certo e cair dentro.

Tomara que o 2015 de vocês seja igual ao meu: sensacional!!!

Fui!

Anúncios

Quem dera ser um peixe…

27 de outubro de 2014 1 comentário

Sempre me gabei de que na vida, quando queremos realmente conquistar/fazer alguma coisa, a primeira coisa que devemos fazer é tomar a decisão de conquistar/fazer aquela coisa.

Quando decidi, por exemplo, fazer o Ironman, eu fui lá e fiz! Mesmo com muitas pessoas me falando que seria impossível, eu fui lá e fiz!… Que gente louca, se falei que vou fazer, é por que vou e ponto final, pensava eu, lá mesmo no site do Ironman tem escrito “Anything is possible!”… E mais uma vez eu digo: fui lá e fiz!

É óbvio que uma pessoa que não está treinada o suficiente não acorda num dia e simplesmente faz o Ironman porque decidiu fazer… É preciso um período de muita dedicação, trabalho e privação, mas, no final das contas, você acaba curtindo a evolução e, no dia da prova mesmo, é só diversão… Das melhores…

Nem sempre também as coisas acontecem nos treinos da maneira que desejamos que aconteçam… Temos dias bons e ruins (já até falei sobre isso), treinos em que tudo dá certo e outros que nos dão a certeza de que não conseguiremos fazer a prova (Olha que idiotice?!?!), e são esses que mais nos fazem evoluir… A gente acaba indo provar, só de teimosia, que podemos fazer aquilo. E de maneira muito melhor… Aí a gente vai lá e faz! Claro que os treinos em que tudo dá certo são excelentes pra ganharmos confiança. Confiança é fundamental…

Esse texto todo foi pra falar que tomei mais uma decisão: Vou melhorar minha natação!

nemo_4

Quem me acompanha por aqui sabe o quanto eu sofro nessa modalidade. Fato é que tudo nessa vida tem uma explicação. Nunca treinei natação da maneira que deveria. Mesmo na época do Iron, em raríssimas ocasiões fui à piscina 3 vezes na semana… Ia normalmente 2 vezes e em algumas semanas apenas uma solitária nadada… Como pode alguém querer nadar melhor assim??? Impossível.

Pois é, uma vez que a decisão de melhorar foi tomada. Vou nadar 3 vezes na semana! Óbvio que nem sempre vou conseguir, mas que as 3 vezes sejam a regra e não a exceção!

Inclusive, treinando com mais regularidade, pude mudar a metodologia dos treinos e as séries de natação que estou fazendo agora me forçam a verificar semanalmente a evolução que estou conseguindo… Vamos ver se vai funcionar…

Ainda não sei quando vou conseguir verificar a evolução numa prova, mas tb não estou com pressa, a meta é nadar bem no Ironman Florianópolis 2015!!!

Vamos que vamos e, aconteça o que acontecer, continue a nadar…

Dori

Semana 19 de 20

21 de maio de 2013 2 comentários

Definitivamente já estou no clima do IRONMAN…

Ao contrário do que pensei, a proximidade da prova está me fazendo relaxar cada vez mais. Uma ou duas semanas atrás eu estava uma pilha de nervos e a dúvida se estava preparado ou não permanecia nos meus pensamentos o tempo todo…

thinking-frog

Toda a dúvida acabou. Relaxei completamente e tenho a certeza de que, se nada muuuuito fora do normal acontecer, o IRONMAN Brasil 2013 vai ser um dia que vou passar fazendo uma das coisas que mais gosto: nadando, pedalando e correndo.

E sim, estou sim preparado pra fazê-lo!

O volume caiu vertiginosamente e, como eu já estava abaixo dele, o meu acabou caindo muito mais. rsrsrs

Pra me recuperar completamente do “princípio de resfriado” (se é que existe isso!?!?) não fiz absolutamente nada na segunda e na terça. Isso me fez perceber que eu tenho realmente “síndrome de abstinência”. Ficar alguns dias sem fazer exercícios, ainda mais se for porque não posso, me deixa um tanto quanto irritado. rsrsrs

Na quarta fiz um pedal meia boca e na quinta contei azulejos da piscina por nada menos do que 4.000m ininterruptamente em incríveis 90min.

Como de costume, a prova vai chegando e eu vou “encaixando” treinos que me fazem ganhar confiança. Isso é incrível e acontece SEMPRE! Acho que já falei sobre isso quando treinava pra Maratona do Rio… A natação é o que mais me preocupa mas acho que vai acabar “fluindo” numa boa.

Final de semana foi de chuva e isso atrapalhou meu último pedal na estrada que seria no sábado. Ele acabou tendo que ser feito no rolo e aí o tempo teve que cair pela metade. A corrida pós pedal foi forte e me sentindo bem o tempo todo.

Domingão fui dar minha última corridinha de 18km em ritmo de prova e foi 100%.

Saí de casa cedo e terminei meu giro no Aterro do Flamengo pra recepcionar os amigos que foram participar da Corrida da Ponte. Esse ano não fui por causa do Ironman. Todo mundo tinha me falado que era pra não ir e achei melhor ouvir esses conselhos. Vai que algo dá errado???

Agora é hora de diminuir ainda mais o volume e se preocupar em arrumar as malas… Essa semana sonhei que estava na T1 e tinha esquecido meu capacete… rsrsrs. Ainda bem que isso não é possível já que pra fazer o bike check-in vc tem que estar obrigatoriamente com o capacete… Mas acordei meio tenso…

Vamos ao resumão (previsto / realizado):

Swim: 5.600m / 4.000m;

Bike: 390min / 180min;

Run: 165min / 135min.

Deixa eu ir embalar a bike pq a hora tá chegando… 😉

 

Semana 15 de 20

24 de abril de 2013 3 comentários

O que teve de bom?

Um treino muito bom na segunda-feira de pedal/corrida. Depois de um pedal de 60min forte no rolo consegui correr 5km mantendo um ritmo de 4:45min/km.

Acabei não me inscrevendo pra 1ª etapa do Estadual de Triathlon do Rio de Janeiro porque só vai ter a prova short e eu prefiro a olímpica mas depois desse treino tive a impressão de que poderia fazer a prova toda num ritmo muito legal (obviamente, legal pra mim). O chato foi que esse acabou sendo meu único pedal da semana. Vida que segue…

 O meio da semana foi todo meio caído mas pelo menos consegui fazer 2 treinos de natação. O que não conseguia há muito tempo. Um treino de 2.500m com séries mais fortes (algumas com palmar e outras com nadadeiras) e outro de 3.000m contínuo e sem nenhum acessório. Gostei.

Infelizmente o pedal de sábado foi cancelado em virtude da chuva. Sou “cagão” demais pra pedalar na estrada com chuva. O risco de acidentes aumenta demais e os motoristas malucos já aprontam com piso seco, imagina com piso molhado. Através deste Blog percebi que não é um “medo” só meu…

Um excelente logo de corrida no domingo com 25km passando pela Floresta da Tijuca. Na figura podemos perceber que a altimetria é bem interessante. O legal foi que, despois de todo o sobe e desce, consegui manter um ritmo legal no plano e só parei pq o treino era de 25km. A sensação era de que dava pra continuar tranquilamente. Será que dava??? Tô começando a ganhar confiança e isso é bom demais.

 

Longo 25km

 

Resumão (previsto / realizado):

Swim: 11.400m / 5.500m

Bike: 450min / 60min

Run: 362min / 255min

 

Falta cada vez menos…

Ganhando confiança.

24 de junho de 2012 2 comentários

Apesar de já ter corrido mais de 15 meias, nunca corri uma maratona inteira…

Todo mundo que já fez essa tão sonhada prova gosta de falar que a cabeça é muito mais importante que o corpo. Quando o corpo cansa, é a cabeça que “avisa” pra ele que ainda dá pra ir mais…

Pra cabeça conseguir fazer essa função, é preciso que tenhamos adquirido confiança durante os treinos e foi exatamente isso que eu NÃO consegui fazer…

Na fase mais importante de treinos, como já falei aqui, o joelho me deixou na mão. Isso fez com que as coisas se tornassem meio nebulosas pra mim. A confiança era inexistente.

Nessa última semana, porém, com a ajuda de excelentes profissionais de ortopedia e fisioterapia, consegui voltar a correr sem as insuportáveis dores no joelho.

O resultado é que ontem, consegui girar 30km sem sentir dor e num ritmo que, para mim, é considerado forte: 5:49min/km.

A volta da confiança…

Parece que a confiança no trabalho feito desde janeiro está de volta. Agora só faltam 15 dias pra prova e o negócio é manter o giro pra conseguir completar a prova em grande estilo.

Que corra tudo bem daqui até lá…

Retomando o ritmo das corridas

25 de março de 2012 Deixe um comentário

Depois de um mês praticamente inteiro de provas, o treinamento fica comprometido…

Domingo que vem, dia 01/04/2012, acontecerá a Travessia dos Fortes, aqui em Copacabana. Vai ser mais um final de semana quase todo comprometido. Mais uma vez uma prova atravessa o caminho dos treinos…

O excesso de provas é altamente prejudicial ao treinamento. Isto é fato, todo mundo escreve sobre isso e agora estou sentindo na pele… O problema é que muitas provas que seriam fundamentais pro meu “ganho de confiança” visando o Ironman 2013 aconteceram na mesma época: Rei dos Mares, Triathlon Olímpico e Travessia dos Fortes. Fica complicado não participar dessas provas.

Vou tentando levar essas provas sem interromper o treinamento pra Maratona do Rio, mas é complicado…

Pra se ter uma noção, depois de 2 semanas é que consegui fazer um longão… Parti pelo caminho que normalmente faço de bike, pela Tijuca, subindo até o Alto da Boa Vista.

Estou procurando fazer os longos com bastante subida pelo caminho, ano passado sofri bastante na Corrida da Ponte. Os primeiros 7km da prova são de subida pura, contínua e sem nenhuma sombra. Foi a prova que mais sofri na minha vida e não pretendo passar por isso novamente. O local onde tenho procurado fazer meus treinos é também uma subida. Para esse meu treino de ontem, foram 20km, 10km subindo e 10km descendo. A diferença é que a subida é bem mais íngreme mas, pra compensar, o local é bem arborizado.

Pra ilustrar, segue o percurso e a altimetria:

20km - Percurso

20km - Altimetria

 

A evolução desse treinamento é a ida direto até a Lagoa Rodrigo de Freitas via Alto da Boa Vista e Vista Chinesa. Provavelmente vai acontecer em 2 semanas.

Vamos que vamos…

%d blogueiros gostam disto: