Arquivo

Posts Tagged ‘chuva’

Semana 15 de 20

24 de abril de 2013 3 comentários

O que teve de bom?

Um treino muito bom na segunda-feira de pedal/corrida. Depois de um pedal de 60min forte no rolo consegui correr 5km mantendo um ritmo de 4:45min/km.

Acabei não me inscrevendo pra 1ª etapa do Estadual de Triathlon do Rio de Janeiro porque só vai ter a prova short e eu prefiro a olímpica mas depois desse treino tive a impressão de que poderia fazer a prova toda num ritmo muito legal (obviamente, legal pra mim). O chato foi que esse acabou sendo meu único pedal da semana. Vida que segue…

 O meio da semana foi todo meio caído mas pelo menos consegui fazer 2 treinos de natação. O que não conseguia há muito tempo. Um treino de 2.500m com séries mais fortes (algumas com palmar e outras com nadadeiras) e outro de 3.000m contínuo e sem nenhum acessório. Gostei.

Infelizmente o pedal de sábado foi cancelado em virtude da chuva. Sou “cagão” demais pra pedalar na estrada com chuva. O risco de acidentes aumenta demais e os motoristas malucos já aprontam com piso seco, imagina com piso molhado. Através deste Blog percebi que não é um “medo” só meu…

Um excelente logo de corrida no domingo com 25km passando pela Floresta da Tijuca. Na figura podemos perceber que a altimetria é bem interessante. O legal foi que, despois de todo o sobe e desce, consegui manter um ritmo legal no plano e só parei pq o treino era de 25km. A sensação era de que dava pra continuar tranquilamente. Será que dava??? Tô começando a ganhar confiança e isso é bom demais.

 

Longo 25km

 

Resumão (previsto / realizado):

Swim: 11.400m / 5.500m

Bike: 450min / 60min

Run: 362min / 255min

 

Falta cada vez menos…

Semana 8 de 20

7 de março de 2013 1 comentário

Uma semana pra esquecer…

Tanto era pra esquecer que acabei esquecendo mesmo e o post que normalmente sai na segunda-feira acabou saindo apenas da quinta, e de noite!

A semana começou devagar. Normalmente as pernas ainda estão meio cansadas na segunda-feira e isso acaba prejudicando o pedal desse dia. Conheço muito bem o meu corpo e sei que se forçar demais ele vai “abrir o bico” e o prejuízo vai ser muito maior do que “pular” um treino. Apesar disso, fiz um pedal leve pra não ficar totalmente parado.

Na terça parecia que a coisa tinha engrenado e, apesar de não ter podido ir nadar, a corrida foi surpreendentemente boa. No final acabou caindo um temporal incrível e acabei chegando em casa com a água quase na altura das canelas. Não chegou a atrapalhar pois foi realmente no final.

Na quarta fiz exatamente o treino que a planilha programou: pedal no rolo em ritmo contínuo.

Aí, na quinta é que o bicho começou a pegar pro meu lado e a semana que estava indo tão bem acabou desandando… Neste dia, por vários motivos idiotas, não consegui nem nadar e muito menos correr.

Sexta-feira só previa natação e, não pude fazer. Fiquei uma semana sem nadar exatamente na semana do Rei do Mar. Será que isso influenciou o resultado da minha prova???

Sábado era dia de ir pra estrada e com a chuva que caia tive que ficar no rolo e acabei não correndo depois.

Domingo foi o Rei do Mar e, por causa disso, cancelei o longo de corrida.

Resumindo (planejado / realizado):

Swim: 9.600 m / 4.000 m

Bike: 370 min / 270 min

Run: 200 min / 55 min.

É preciso ter forças!!!

Pedal consistente

3 de fevereiro de 2013 3 comentários

Depois de muito tempo consegui finalmente “encaixar” um pedal consistente.

Na sexta de tarde começou a rolar um e-mail sobre assaltos que os ciclistas  estariam sofrendo lá em Magé e, rapidamente, as pessoas foram ficando preocupadas nas redes sociais. Depois de alguns e-mails trocados, acabaram descobrindo que a matéria que falava dos tais assaltos era de 2010. Alívio geral mas não custa ficar esperto, apesar de eu achar que não tem muito o que fazer, já que tenho treinado sozinho lá… (Até mesmo em função da minha lerdeza, fica difícil treinar em grupo).

Ainda na sexta à noite achei que, mais uma vez, a chuva fosse atrapalhar tudo. O tempo estava muito feio no final do dia e eu podia jurar que no sábado ia estar chovendo. Ainda bem que me enganei.

Levantei cedinho, coloquei a bike no carro e parti pra Magé. Dessa vez decidi que faria os 100km sem interrupções “longas”, ou seja, só pararia estrategicamente com 70km pra repor a água que provavelmente estaria acabando…

Foi o que fiz. Parti por volta das 7h do posto PPP em direção ao pé da serra de Teresópolis e, 30km depois lá estava eu, fazendo o retorno para mais 20km até o trevo para Magé e retornar os mesmos 20km até a subida pra Terê… Neste ponto, com 70km, parei pra comprar um Gatorade e colocar algo sólido no estômago, no caso, um pacotinho de Club Social…

Foi aí que percebi o quanto minhas pernas estavam cansadas… Parar nessas situações é muito complicado. O corpo relaxa e dificilmente se consegue retomar o ritmo que estava antes. Essa foi a grande surpresa. Voltei pedalando na mesma cadência/velocidade de antes da parada e assim completei os últimos 30kms até o posto PPP.

Pedal consistente

 

 

Assim se foram 100km de pedal feitos em 3h. Ainda falta melhorar muito mas tô gostando da evolução. Só não sei se a evolução aconteceu pelos treinos pesados que tenho feito ou pela semana de descanso que praticamente tive que me forçar a fazer pq as pernas não estavam aguentando…

Acho que foi a soma dos dois fatores…

Amanhã tem o resumão da semana.

%d blogueiros gostam disto: