Inicial > Curiosidades > Ironman Brasil 2014

Ironman Brasil 2014

Como é duro assistir a um prova dessas… Ainda mais quando o seu desejo é estar participando… rs

No final de semana passado fui pra Floripa assistir ao Ironman Brasil 2014.

Aquilo é espetacular! Coisa de outro mundo, mas, nunca mais vou pra assistir. Ou vou pra fazer a prova ou fico no Rio e acompanho os amigos pela internet.

Pra quem já fez, ficar olhando a festa é muito duro. Gritei, andei, incentivei chorei e me cansei demais. Arrisco até a dizer que é mais cansativo assistir à prova do que participar dela.

Felizmente tive a sorte de ir assistir justamente no dia em que um brasileiro finalmente venceu a prova. Venceu e convenceu! Além disso outro brasileiro ficou em segundo fazendo uma excelente dobradinha. Resumo: prova fantástica!

Ironman 2014

O Brasil foi soberano nas 3 modalidades:

  • Melhor natação – Chicão Ferreira – 00:47:14
  • Melhor ciclismo – Santiago Ascenço – 04:20:44
  • Melhor corrida – Igor Amorelli – 02:52:07

No final o que contou mesmo foi o fantástico tempo do Igor Amorelli, de 08:07:52. Diga-se de passagem, o melhor tempo de um brasileiro num Ironman… O cara é bruto!!!

É impressionante ver o que esses caras são capazes de fazer. Quando falo esses caras, me refiro aos que competem de maneira limpa e ainda assim conseguem grandes resultados. Pra mim, simples mortal que faço pra completar e, obviamente, me superar, e não aos outros, esses caras são monstros e devem ser admirados. E foi assim que vi as 3 modalidades: com admiração!

Quando vi o Chicão Ferreira terminando a natação fiquei impressionado com o ritmo de braçadas dele. Ritmo lento! Que eficiência! Que tranquilidade! A água praticamente não se agita quando ele passa com suas braçadas suaves. Impressionante. Quando eu crescer quero nadar assim!!! Pena que não cresço mais… 😦

Quando no meio da estrada vi o Igor passando praticamente voando fiquei até meio sem entender como ele conseguia aquela velocidade… Logo em seguida vi o Santiago fazendo força numa das subidas do percurso. Coloquei a cabeça pra fora do carro pra gritar pra ele que dava pra “buscar” o Igor. O semblante mudou na hora! Ele olhou pra minha cara, tirou a bunda do selim e começou a pedalar em pé, alucinado… E alucinante. Foi demais! Talvez ele nem mesmo lembre disso tamanho o estresse do momento, mas acho que, de alguma forma, contribui pra ele ganhar uns segundinhos no tempo final da bike…

Infelizmente não consegui ver a corrida do Igor mas pelo que falaram, foi um duelo espetacular com o Santiago e, na segunda metade desta etapa, ele conseguiu abrir um pouco.

Pela primeira vez na história tivemos um brasileiro no alto do pódio e ainda com dobradinha. Muito bom!

A parte triste ficou por conta do pessoal do vácuo no pedal. É muita cara de pau! Foram formados pelotões gigantes com mais de 10 atletas que pedalavam juntos por muito tempo. Ninguém me contou não, eu vi! Passei várias vezes de carro por boa parte do percurso da prova pra fotografar os conhecidos e vi muitos absurdos. Uma pena que isso esteja até gerando mais comentários nas redes sociais do que a vitória brasileira… Melhor deixar isso pra lá…

Claro que não posso deixar de comentar a participação feminina: Ariane Monticeli você é demais e torço muito pra ti. Já já a sua hora chega!!!

O negócio agora é conseguir se inscrever pro ano que vem!!! Prefiro sofrer na pista do que na torcida…

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: