Inicial > Curiosidades, Treino > Saindo da zona de conforto…

Saindo da zona de conforto…

Sempre falo aqui que sou lento!

De fato sou, mas pessoas me olham antes das provas e não acham isso. Esperam resultados fabulosos, afinal, leveza é o que não me falta e, sem peso extra pra carregar, confesso que começo com uma boa vantagem… Mas isso não se traduz em resultados.

Mas o fato é que faço o esporte (no caso “os esportes”) porque gosto e acabo fazendo meus treinos e provas sempre dentro do “confortável”. Se começa a ficar muito “puxado” eu começo a dar uma aliviada, voltando assim pra minha tão conhecida e segura “zona de conforto”. O problema é que não é aí que as mágicas acontecem…

comfort-zone

Às vezes fico me perguntando se o fato de estar sempre (ou quase sempre) na zona de conforto não é o principal motivo pelo qual eu praticamente não me lesiono. Pode não ser o único e talvez nem mesmo o principal, mas com certeza é uns dos fatores que contribuem para a ausência de lesões sim…

Falando com amigos que me conhecem e que também treinam, todos me consideram bastante conservador em treinos e provas e garantem que eu poderia apresentar resultados bem melhores se eu simplesmente tomasse a decisão de acelerar… Não falo em vencer provas nem mesmo na faixa etária muito menos conseguir vaga pra Kona, mas de simplesmente ser mais rápido…

Pois é, tomei a decisão de acelerar na semana da 1ª etapa do Estadual de Short Triathlon aqui do RJ e acho que só a mudança de postura já me fez melhorar um pouco. Eu não estava treinando pra essa prova e consegui baixar em 7 minutos meu tempo de pedal + corrida (natação é um caso à parte que ainda preciso pensar em como agir… rs).

Agora se inicia também a fase de preparação para o Ironman 70.3 Foz do Iguaçu, que acontecerá em 30/08, em conjunto com a preparação pra Maratona do Rio (que na realidade já era pra estar rolando), que acontecerá em 27/07.

Se tiver que mudar alguma coisa, a hora é essa. E será!

No último final de semana já comecei a treinar um pouco mais forte e isso já é perceptível no pedal de 80km na estrada. Ok, o anterior não foi dos melhores, mas a comparação é essa:

Dia         Distância             Tempo                 Velocidade         Cadência média

19/04    80.2km                 02h44min            29,3km/h            77rpm

03/05    80.8km                 02h36min            31,0km/h            87rpm

 

Olhando só esses dados e as médias não dá pra ter muita noção da diferença mas quando olhamos o gráfico da velocidade, a comparação começa a ficar mais interessante.

Estrada 80km - Comparativo

Num dia, a velocidade foi caindo, no outro, subindo. E subindo bastante. Pra se ter uma noção, a média dos últimos 10km foi na casa dos 33km/h. Pra quem é rápido isso não é nada, mas pra mim, é beem rápido…

Uma das principais mudanças, além obviamente da atitude de não se poupar, foi o aumento da cadência. Pedalar mais leve girando muito. Vamos ver no que vai dar.

Agora é observar pra ver como o corpo vai responder. Não adianta buscar melhorar e se estrepar todo. O objetivo, como de costume, não é vencer, é terminar bem! Só que agora, mais rápido…

Fui…

tartaruga22

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: