Arquivo

Archive for abril \28\-03:00 2014

1ª etapa – Estadual de Short Triathlon 2014 – A prova

28 de abril de 2014 10 comentários

Eu sempre falo que não vou fazer essa prova porque não gosto da distância Short (750m swim / 20km bike / 5km run) mas acabo sempre me inscrevendo…

Dessa vez não foi diferente: reclamei que só tinha Short, que a inscrição estava cara, que o pedal naquele circuito é perigoso etc, etc, etc e me inscrevi.

Aqui no Rio de Janeiro, estamos vivendo um drama no triathlon. Sempre tivemos provas nas distâncias Short e Olímpica mas atualmente, com as mudanças na Cidade Olímpica, principalmente a derrubada do Elevado da Perimetral, onde ocorria a maior parte da prova de ciclismo, só temos o Short, e olhe lá, já é até muito… Aí, com a falta de opções de provas mais próximas acabo me inscrevendo nessas mesmo…

 

Chega de mi mi mi, vamos à prova.

Já no sábado, durante a entrega dos kits, falava-se que o mar na Barra da Tijuca, praia ao lado do Recreio dos Bandeirantes, onde ocorre a prova, estava alto e existia uma expectativa de não ocorrer a natação. Pouco provável já que a natação ocorre na divisa entre as praias do Recreio e da Macumba e esta divisão é feita por uma enorme pedra na água, logo, se a corrente está pra um lado, o outro fica “abrigado” pela pedra. Essa é a lógica e ela costuma funcionar… Costuma…

No dia da prova, chegando na área de transição, nem estava mais lembrando disso quando escutei comentários de que daria pra fazer a natação sim pq o mar estava seguro! Fiquei tranquilo mas é bom deixar claro que da área de transição não é possível ver o mar…

Tralhas arrumadas e fui eu pra praia. Olhei pro mar e achei algo estranho. Apesar de o mar estar calmo, tinham vários surfistas na água… É, a calmaria era temporária. De tempos em tempos vinha uma sequencia de ondas que, confesso, me deixaram meio apreensivo.

Deu a largada e parti pra dentro, chegando na primeira boia muito rápido, contornei a segunda e só faltava voltar pra areia. Aí é que estava o problema… Eu devia estar no meio de uma “corrente de retorno” e demorei muito pra conseguir chegar de volta à praia… No final ainda consegui tomar um “caixote” enquanto tentava colocar os pés no chão… Saí tão exausto da água que fui até a T1 caminhando lentamente (deve ter uns 400m de distância da praia até a T1) pra tentar recuperar o fôlego.

Tirando a parte da caminhada, até que minha transição foi rápida.

Saí pra pedalar e tentei fazer o melhor que pude. Fiz força o tempo todo e acabei o pedal com uma média de 32,6km/h. Apesar de ainda ser uma média bem baixa pra uma prova dessas, isso pra mim foi o máximo! E fiquei feliz!!! Feliz por dois motivos:

  1. Consegui terminar o pedal sem me envolver em acidentes (sim, as provas aqui tem sempre tido algum acidente feio e nessa não foi diferente), e
  2. Melhorei consideravelmente minha média em relação à última prova mesmo sem fazer treinos específicos pra isso…

Larguei a bike e parti pra corrida também com uma transição que considero bem razoável pro meu nível.

Comecei a correr e, como de costume, algumas dores apareceram pra me lembrar que pedalei mais forte do que de consigo. Só que também já consegui aprender que a maioria dessas dores são psicológicas.

Aos poucos esqueci completamente a dor e consegui acelerar um pouco pra no final fechar com um pace médio de 5:20min/km o que pra mim também foi bem legal também…

20140428_211908

Tempo total de 1h20min que me deixou bem satisfeito mas não dá pra se iludir. A natação tinha 150m a menos do que deveria, o que ajudou bastante a fazer esse tempo mas o que me deixou satisfeito foi o fato de eu ter reduzido 7min na soma bike e corrida.

Na próxima vou reduzir ainda mais!!!

Peraí, não vou mais me inscrever pra isso não… ;P  rsrsrs

 

Sofrendo pra treinar…

21 de abril de 2014 4 comentários

Complicou tudo de novo…

Nos últimos tempos tem sido difícil eu ficar resfriado… Às vezes tenho a sensação de que vou pegar uma gripe mas rapidinho tudo acaba e as coisas voltam ao normal…

Dessa vez eu estava assim, parecia que ia “gripar” mas eu sabia que mais uns 2 dias e tudo já teria passado. Eu estava treinando bem e nada me incomodava até que chegou a época da vacinação contra a gripe lá no trabalho…

cansaco-298x300

Todo ano tem isso e todo ano eu tomo essa porcaria dessa vacina. Ano passado consegui negociar uma dose pra me aplicarem somente depois do Ironman justamente porque fiquei com medo de ter algum tipo de reação faltando 30 dias pra prova.

Esse ano não tinha necessidade disso, afinal, falta muito pras minhas provas mais importantes. Tomei a vacina e depois disso “a casa caiu!”

Dois dias depois levantei de manhã com o corpo completamente dolorido. Dores musculares que não me lembro quando foi a última vez que tive algo parecido. Obviamente tive que abortar os treinos. Além das dores acabei ficando meio cansado e com um enjoo absurdo que não me deixava comer em paz.

Conclusão: 1 semana depois eu estava sem conseguir treinar esse tempo todo, sem conseguir comer direito e com 2kg a menos.

Não é brincadeira, no meu caso, perder 2kg não é nada agradável. Eu fico realmente acabado e sem forças pra fazer nada.

Depois de uns 10 dias consegui voltar aos treinos mas ainda muito devagar. Sábado fui pra estrada pra fazer 80km e com 60 já não estava mais me aguentando sobre a bike. Foram 20km pedalando muito devagar e com a perna direita querendo ter cãibras toda vez que era esticada. Foi muito duro! No dia seguinte parecia que eu tinha tomado uma surra de tantas dores…

Hoje levantei pra ir correr e já consegui trotar 15km sem muito sofrimento. Até agora está tudo bem e espero que a “zica” tenha acabado.

Não sei se essa confusão toda aconteceu por causa da vacina ou não, mas foi uma coincidência terrível…

Domingo que vem acontece a 1ª etapa do Estadual de Triathlon aqui do RJ e eu tô inscrito. Obviamente só pra me divertir, mas ninguém quer chegar em último, né??? 😉

Vamos que vamos!

Maratona de Nova York

3 de abril de 2014 8 comentários

Num impulso maluco acabei me inscrevendo pro sorteio da Maratona de Nova York.

Fiquei um bom tempo tentando decidir se queria ser sorteado ou não.

Sendo sorteado, ia ter que treinar ininterruptamente por um período gigantesco, pelo menos pra mim (18 meses) desde o início dos treinos pra Maratona do Rio 2014 até o Ironman Brasil 2015 passando sempre por provas grandes:

  • Maratona do Rio (julho/14);
  • 70.3 de Foz do Iguaçu (agosto/14);
  • Maratona de Nova York (novembro/14);
  • Desafio do Dunga (janeiro/15);
  • Ironman Brasil (maio/15).

Não sendo sorteado, ia dar pra dar uma leve relaxada entre o 70.3 de Foz e o início da preparação pro Dunga. Nada muito absurdo mas dá pra renovar as forças…

Sei lá, não tenho certeza se meus “cambitos” aguentariam essa pressão toda aí mas eu estava disposto a tentar… Tentar não pq na realidade eu ia era conseguir mesmo, mas…

NYCM

Nada como o sorteio acontecer pra resolver minha dúvida: Não fui sorteado!

Pronto, garantido meu período de descanso…

Se bem que em outubro tem um XTERRA aqui em Búzios e estou muito tentado a me inscrever no Triathlon…

%d blogueiros gostam disto: